Ego – Um Personagem Irreal no Grande Teatro Cósmico

Ao decorrer das postagens do blog foi salientado a respeito da linguagem religiosa não compreendida de diversas religiões, relacionada aos experimentos da Mecânica Quântica. Resumindo o conteúdo – Vivemos num Universo que é pura Consciência, e cada ser vivente seja humano ou não, são individualidades de uma Única Consciência (Consciência Universal – na Mecânica Quântica denomina-se esta Consciência Universal de Vácuo Quântico ou Ponto Zero) se experimentando, vivenciando a si mesma através destes inúmeros seres. Inclusive, tudo que existe – do mundo subatômico ao macrocosmo – é apenas um cenário holográfico (dentro de um número incontável de dimensões da Realidade) onde o teatro cósmico se desenrola.

Ao se aprofundar cada vez mais nos níveis do mundo subatômico, chega-se a uma única  Energia presente em qualquer confim do Universo (Onipresente, Onipotente e Onisciente )- Vácuo Quântico. Esta Energia é Autoconsciente, expressando-se através das infinitas possibilidades de experiências por meio de suas individualidades – das quais nós fazemos parte.

Vimos também que você como uma individualidade, uma Consciência, tem a natural capacidade de criar sua Realidade  – isto através dos pensamentos e sentimentos que você escolhe ter – E que as capacidades e interação da consciência vão além dos 5 sentidos, além da pequena fração de luz que os teus olhos conseguem captar para teu cérebro computar. Ou seja você é esta Consciência Universal em miniatura criando seu próprio Mundo (sua vida), interagindo com todas as pessoas que criam seus mundos juntamente com você, numa sincronicidade perfeita e absoluta.

Que o objetivo do jogo é descobrir que você é uma Centelha desta Consciência Universal, esta é sua Essência Verdadeira, esta personalidade humana (ego) não passa de um personagem, um ator para atuar no teatro Cósmico. Quanto mais você se identifica com o personagem – achando que você é o Raimundo, o Zezinho, a Creuza etc – mais você está exposto as armadilhas daqueles que querem que você não saiba que isto é um teatro, e que você tem que sofrer nele. Se você acreditou que é o Raimundo, logo você acreditará que é um muçulmano, ou cristão, ou hindu, ou comunista, de direita, esquerda…mimimimi… Se o Raimundo acreditou que é de direita e o Zezinho de esquerda, aí pronto! Vão poder trocar umas pauladas num próximo comício, cada um acreditando firmemente em suas respectivas convicções ideológicas – sem saberem, ambos, que São UM – que são a Consciência Universal – mas infelizmente os egos (personagens) não sabem disto. Perguntinha – Quem ganha com todas estas crenças que separam os seres humanos?

E quando você mais reconhece esta Centelha, Aquilo que Carl Jung chama de Self, que Jesus chama de Pai, que os Hindus chamam de Eu Superior, os teosofistas de Atman, os esotéricos de Eu Sou – mais capacidade como Ser você terá (Será), mais capacidade psíquica, inteligência, virtudes, felicidade, realização e o principal – Amor. E quando se sente isto, o que você passará a fazer? Espontaneamente você vai dizer pro ciclano ao seu lado: ‘‘ Ei compadre, sabia que isto tudo que estamos vivendo não passa de um grande teatro?’’

Quando o Ser deixa o interesse do personagem de lado e passa atender o interesse do Self ( ‘‘Faz a Vontade de Deus’’), mais este ser poderá adquirir complexidade a sua consciência individualizada, pois só assim poderá passar para vivências em estágios Realidades inimagináveis das quais a mente humana não consegue nem sequer imaginar. O Teatro tem sua serventia, a Consciência Universal testa a todos no jogo – ate mesmo os malfeitores que o manipulam – mas o objetivo é fixo, os próprios malfeitores terão um dia que descobrir Quem São.

O Neo  (ONE =UM) do filme Matrix representa um ser que deixou o personagem de lado para assumir sua Essência Imortal, sua Consciência Cósmica, com o propósito de servir uma Realidade Una, tentando despertar os demais do grande teatro – a matrix – perfeitamente representada no filme. Precisamos de muitos ‘‘Neos’’ nesta causa do despertar, muitos ‘‘Neos’’ dispostos a expandir o Paradigma Quântico para que mais pessoas possam abrir as cortinas deste Teatro Holográfico.

‘‘Quando estiverdes na luz, que fareis? Quando éreis um, vos tornastes dois; mas, quando fordes dois, que fareis? ‘‘Apócrifo de Tomé

Não deixe de comentar, curtir e compartilhar – Um abraço Fraterno à Todos!

Com carinho, Lucas de Sousa Teixeira

Acesse também :Biblioteca expansão da Consciência – PDF GRATUITOS https://cienciaespiritualidadeblog.wordpress.com/2016/05/09/biblioteca-expansao-da-consciencia-pdf-e-audiobook-gratuitos/

4 comentários sobre “Ego – Um Personagem Irreal no Grande Teatro Cósmico

  1. interessante, sempre senti isto, de estar num grande teatro representando um papel que ainda não consigo entender de todo, mas sei que sou portadora de centelha divina, agradecida pela partilha

    Curtir

  2. É uma infinita loucura de deliciar-se nessa onda cósmica, como entrar nessa onda se você faz parte dela. É um “game” cósmico, como dizem os hindus, isso aqui em uma “lella” uma brincadeira de Deus. A pergunta é quando vamos aprender a brincar de amar e saborear esse doce Divino.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s